A importância do firewall na sua empresa

Observa-se que a nova era digital já revoluciona a vida das pessoas, desde o simples ato de ir e vir, pagar uma conta (home banking), obter um exame ou fazer comunicações à distância via Skype em tempo real.  Isso mostra como a internet está cada vez mais indispensável na vida do ser humano e na rotina das empresas e órgãos públicos. Por meio dela, o aumento no volume de dados deixou o ambiente de trabalho mais vulnerável a ataques de hackers e invasões que aumentam consideravelmente. E para evitar esses problemas é preciso construir barreiras, conhecidas como Firewall, que freiem suas tentativas.

O firewall é um sistema de segurança que você coloca na sua rede para protegê-la de acessos não autorizados de usuários, de invasões no seu banco bancos de dados e roubos de informações confidenciais. O nome traduzido em inglês quer dizer “barreira de fogo”, o que já deixa claro o objetivo de qualquer firewall: criar uma barreira de defesa para bloquear o tráfego de dados indesejados e liberar o acesso daqueles que são bem-vindos.

Quando há um firewall intermediando esses acessos, todas as informações de entrada e saída passam por ele, que examina cada um isoladamente e bloqueia aqueles que não têm os critérios de segurança especificados para o firewall.

Como funciona um firewall?

O firewall utiliza a configuração determinada pelo usuário para analisar e determinar o que pode e o que não entrar nos sistemas da empresa. Para entender melhor, imagine quando você vai fazer uma compra no supermercado. Você provavelmente faz uma lista com todos os itens que deseja comprar.

Essa lista é sua configuração, ou seja, se você colocou nela “refrigerante”, “arroz” e “banana”, seu computador permitirá só a entrada desses itens na sua rede, bloqueando a passagem daqueles que sejam diferentes.Por isso, um dos pontos principais para que seu firewall funcione perfeitamente é fazer a configuração correta. Esse método é chamado de “Filtragem de Pacotes”, daí a comparação com as sacolas de compras no supermercado.

Porém, como qualquer outra solução, o firewall não garante 100% de segurança para os seus dados. Ele não dispensa o uso de alternativas de proteção e de um software antivírus, que servirão para atuar naquelas ameaças que ainda conseguirem ultrapassar a barreira.

Isso porque o avanço da tecnologia, se por um lado traz benefícios à operação de empresas, por outro também torna os ataques cibernéticos mais sofisticados. Alguns hackers são especializados em quebrar a segurança de firewalls e podem conseguir disfarçar um saco de açúcar por um de arroz, por exemplo, para conseguir acessar seu sistema.

Firewalls são sistemas que funcionam sozinhos?

Assim como todo hardware ou software, mesmo que eles sejam produtos de primeira linha, vão acabar subutilizados se não houver um profissional qualificado para operar. Você precisa acompanhar e monitorar seu firewall, atualizá-lo e manter backups recentes das principais informações.

Lembre-se de que a prevenção ainda é o melhor caminho para minimizar danos. Ameaças à segurança da informação evoluem e mudam diariamente. Novos vírus, worms e ataques são criados para explorar as fraquezas do seu sistema.

Por isso, um serviço de firewall gerenciado é importante para reduzir seu tempo de reação a ameaças, perceber e corrigir fraquezas a tempo e, como disse manter seu software e hardware nas últimas versões disponíveis.

Lembre-se do quão importante são as informações confidenciais da empresa e a quantidade delas que estão espalhadas em diversos setores e formatos na intra e na internet. Um bom sistema de firewall pode garantir a segurança delas, desde que seja um serviço adequado ao tamanho da sua empresa, tanto em robustez da solução quanto no monitoramento da rede.

Não deixe de compartilhar!

Leave A Comment